MOMENTO SIDERAL

Editora: Mingau
Coleção: Série "Histórias para se viver"
Categoria: Infantil
ISBN: 978-65-86667-04-2
1ª edição: 2020
Encadernação: Brochura
Formato: 16x12 | 64 páginas
Ilustrações: Gabriela Gil

Saiu “Momento Sideral”, meu novo livro pela Mingau, com ilustrações da Gabriela GiL. A obra faz parte da campanha “O raro também pode acontecer”, produzida pela Obá Editorial para a Biogen. O livro conta a história de Chuchu, um bebê que está aprendendo a sustentar a cabeça, enquanto é deitado de bruços, e que se imagina um viajante das galáxias, flutuando pelo cosmos e lidando com as situações do infinito.

O livro pode ser baixado gratuitamente através do site www.oraropodeacontecer.com.br. Em breve, a Biogen o disponibilizará, também gratuitamente, em formato de flipbook impresso.

Já nos primeiros meses de vida, os bebês exploram uma enxurrada de descobertas e aprendizados, ampliando sua relação com o mundo. Cada habilidade adquirida, como dar chutes e manter a cabeça firme, por exemplo, constitui o que é chamado de marcos motores de desenvolvimento, uma importante referência para ser acompanhada de perto: não alcançar alguns deles, ou então perdê-los de maneira progressiva, após adquiri-los, pode ser sinal de alguma doença neurológica, como a rara Atrofia Muscular Espinhal (AME).

Por isso, como parte da campanha “O raro também pode acontecer”, foi criada a série “Histórias para se viver”, que traz quatro livros educativos para ajudar os pais a monitorarem os marcos motores dos seus filhos, por meio de um universo lúdico e cheio de imaginação. O primeiro da coleção é o “Momento sideral”, de Alexandre de Castro Gomes, que conta a jornada do pequeno Chuchu, um bebê que está aprendendo a sustentar a cabeça sozinho e descobrindo um novo mundo ao movê-la de um lado para o outro. Embarque nessa aventura!

 

“Zeca vai deitar e rolar”, de Marco Hailer, é a segunda história dessa coleção e te leva para o universo do futebol, com um bebê muito curioso que adora rolar de um lado para o outro e imaginar grandes defesas.

Em “A violoncelista no trem”, de Marcelo Jucá, conhecemos Sara, que junto do estímulo da música está aprendendo a sentar-se sem apoio.

No livro “A surfista voadora”, também de Marcelo Jucá, a pequena Cora está aprendendo a ficar de pé apoiada em uma superfície. Suba na prancha para surfar essa onda!

 

https://www.juntospelaame.com.br/pt_BR/home/oraropodeacontecer/historias-para-se-viver-momento-sideral.html

© Alexandre de Castro Gomes 2017